Mostrando postagens com marcador Romance Virtual. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Romance Virtual. Mostrar todas as postagens

24 janeiro 2007

CAPÍTULO 12- FAÇA SUA ESCOLHA



Pessoal, o conto chegou ao fim. Mas não vou deixar que termine de qual quer forma. Escrevi três finais e vou deixar que o leitor escolha o desfecho.
1 – Ele se arrepende de tudo e conclui que a mulher da sua vida é Emma.
2 - Ela não quer mais sofrer por causa dessa louca paixão. Não quer mais que Diógenes faça parte da sua vida, nem mesmo como amigo.
3- Para não haver ressentimentos, os dois podem tentar ser amigos.

17 janeiro 2007

CAPÍTULO 11 - ELE RESPONDE


Diógenes não entrou mais no msn desde a última discussão que teve com Emma. Ele finalmente responde ao e-mail de Emma,três dias depois do recebimento.A morena agonizava sempre que entrava na sala e não encontrava seu amado.
o e-mail dizia:
[LEIA+]Em: Algumas Ficções

12 janeiro 2007

CAPITULO 10 - ELA QUER A VERDADE





Emma entra no msn, não vê ninguém on-line. Apenas encontrou uma sala vazia e triste. Sete horas de espera... mas ele não apareceu, nem mesmo mandou uma mensagem. Ela estava em um congestionamento de plaquinhas que subiam e desciam, sua esperança era resistente.


Dava para ouvir o coração de Emma pulsando a dor, estava acelerado, sem freio. Sua inquietação estava transparente, entrava e saia do msn. Decidiu escrever um e-mail para o anjo cafajeste. Que dizia:
[LEIA+] EM:Algumas Ficções

05 janeiro 2007

CAPÍTULO 09 - AS COISAS SE COMPLICAM


- Oi, minha querida!Ele entrou no MSN, louco para papear.
- Se eu fosse você não falaria mais comigo! Ela estava extremamente irritada.
- O que foi?
- Não se faça de bobo. Você acha que sou alguma idiota?
- Calma, não precisa ser tão violenta!...[Leia+]Em Algumas Ficções

29 dezembro 2006

CAPÍTULO 8 – ESCONDENDO O JOGO


Ele rabiscava as paredes em azul, a fonte Courier lembrava a máquina de datilografia.
- Essas Linhas poéticas foram feitas prevendo o nosso amor.Ele envolvia ainda mais a moça.
- Percebi desde a taça de vinho...[Leia+]
Em Alguma Ficcções

22 dezembro 2006

CAPÍTULO 7- A SALA PEGA FOGO


Depois daquela taça de vinho envenenada, a nordestina do agreste abre as portas com muita força como se tentasse derrubá-la. Esperava na sua cadeira de rodinhas pela chegada do Paulistano. Ele sumiu por uma semana sem deixar sequer um recado na sua caixa de correio, simplesmente desapareceu. Ele entra na sala com um semblante triste. Ela corre ao seu encontro.[Leia+]

16 dezembro 2006

CAPÍTULO 6- SONHOS PERIGOSOS



As noites de Emma não eram mais as mesmas. Ela não conseguia parar de pensar no seu amado virtual. Rolava na cama de um lado para o outro, a cama já não agüentava tantos movimentos.Continui lendo essa parte em Algumas Ficções.Já à venda!

14 dezembro 2006

CAPÍTULO 5- ENVIANDO O AMOR PELO CORREIO




Sábado de primavera, as folhas caiam sobre o globo terrestre. Ela foi até sua caixa de correio eletrônico e viu uma carta de Diógenes. Ele declarava todo seu amor. Já não conseguia mais esconder. Leia Mais

07 dezembro 2006

CAPÍTULO 4 - TRÂNSITO DE PALAVRAS





Afrouxava a gravata enquanto esperava Emma entrar. Sua língua não parava, ficava dançando soltamente nos seus lábios. Ela entra e não o vê.
- Oi! Ele arrancou com seu cursor e acelerou ao seu encontro.
- Oi! Emma respondeu com carinho.
- Hoje acordei pensando em você, para minha alegria. Mas estou meio para baixo.Leia Mais

30 novembro 2006

CAPITULO 3- TODOS OS DESEJOS RESERVADOS



Cidade poluída pela falta de amor a vida, uma correria em busca do que faz o homem sorrir. Diógenes, amante da natureza, sonha em visitar o nordeste, sua alma anseia por uma brisa limpa e pelo calar das buzinas. Espera na sala secreta, a chegada da sua morena dourada.Leia Mais

27 novembro 2006

CAPÍTULO 2- PAREDE MÁGICA


Diógenes é um viajante do espaço virtual, pega seu cursor, e percorre por várias estradas, sem eira, e nem beira. Apenas navega. Certo dia, entre uma manobra e outra, esbarra em uma parede mágica.Leia Mais

24 novembro 2006

NAS ENTRELINHAS POÉTICAS

CAPÍTULO 1 - DOIS PONTOS DISTINTOS

A parti de hoje, você vai acompanhar um romance virtual...Eles são escritores anônimos que têm algo em comum. E por causas de longas conversas através de mensagens instantâneas eles se envolvem em um jogo perigoso de versos e estrofes. Leia mais no livro Algumas Ficções

18 novembro 2006

AMOR VIRTUAL




Você acredita nisso? É a forma mais atual de amar. Os programas sensacionalistas da TV estão aproveitando esta tendência, e promovendo encontros de casais apaixonados via fibra ótica.
Eu não tenho essa coragem! Já me apaixonei pela internet, e não precisei de nenhum canal de TV para realizar o encontro. Gosto muito deste tema, por tanto vou trazer um conto de tirar o fôlego! Nas Entrelinhas Poéticas.Estréia dia 24/11/06
A internet é um livro aberto, tudo é possível. Até mesmo encontrar um grande amor. Pode até parecer frio um romance virtual, mas a cadeira fica quente quando a hora passa e o papo não termina, toda hora é uma coisa nova para falar.
Para o leitor, fica minha recomendação: Para entender o conto é necessário ler Nas Entrelinhas Poéticas! E ainda, trago um presente. O Capítulo final vai ficar por conta dos leitores. O leitor vai decidir como vai acabar a história: ou viverão felizes para sempre, ou morrerão felizes para sempre! Make your choice!