Mostrando postagens com marcador (H) de homem (M) de mulher. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador (H) de homem (M) de mulher. Mostrar todas as postagens

27 junho 2014

A incrível geração de mulheres mimimi

Da Série: (H) de Homem (M) de Mulher - Parte V


Bombaram nas últimas semanas dois textos sobre a mulher moderna: A incrível geração de mulheres que foi criada para ser tudo o que um homem NÃO quer, do Estadão, e, A incrível geração de mulheres chatas, da Folha de São Paulo. Um duelo de ‘mulherzinhas’. 
Os dois textos são excelentes. Concordo parcialmente com ambos.

Nesta briga de puxões de cabelos, o homem foi o centro das atenções. Eles estão se sentindo!

Muito se falou em mulheres independentes que não encontram homens, sob a alegação de que eles preferem uma que exerça o papel da mãe deles em casa. Mas nenhuma tocou no assunto de que os homens dessa mesmíssima geração de mulheres 'incríveis' estão em busca de daquelas que querem encontros casuais. Enquanto eles não acham a certa, divertem-se com as erradas. Fato! Vamos acabar fazendo parte da ‘Incrível geração de mulheres mimimi’. 

Se neste tabuleiro, o maior desejo é comer a rainha. O que nos resta é usar o cavalo. Sim. A mulher quer comer o rei. Ela já deu a volta por cima. Ela busca prazer, seja por uma noite e nada mais. E isso não é mais só mérito deles.

Por incrível que pareça, ainda existem homens que veem a mulher como troféu – e isso independe da geração: é visceral. Qual o homem que não quer desfilar com uma mulher bonita, charmosa, bem resolvida?

Afinal, como os homens idealizam uma mulher? Embora já seja bem batido... vamos lá!

1.Que seja bonita por fora (Para não ter problemas, que seja interessante. Pronto!);

2.Que saiba conversar (Não é pedir muito. Isso no primeiro encontro faz toda diferença);

3.Que tenha gostos iguais aos dele (Cinema, praia, viagens, entretenimento, ficar em casa. Isso é um filtro!);

4.Que seja carinhosa (Mas que também goste de morder!);

5.Que seja protetora (Saiba dar nó na gravata, observar furos nas roupas, não deixar o homem sair amarrotado);

6. Que saiba cozinhar (Se não sabe, trate de aprender. Eles querem provar o teu sabor);

7.Que seja companheira (Que divida a conta ou ajude nas despesas de casa – há controvérsias);

8. Que goste de sexo (Isso é biológico!);

9.Que finja que não ver, quando ele olha sutilmente para uma mulher bonita na rua quando você estiver com ele (Isso é instintivo! E, não tem a ver com desrespeito);

10.Que seja sábia. (Que junte tudo isso e bata no liquidificador!);

Talvez, você mulher, tenha se visualizado neste TOP 10. Talvez não.

Talvez, você homem, esteja se questionando, por que elas complicam tanto?

Particularmente, adoro ouvir histórias sobre relacionamentos. Já li muitos livros sobre o assunto. Acesse a série completa e veja os textos antigos – estão mais atuais do que nunca. Esse tema é universal. Pudera fossem os finais ‘...e viveram felizes para sempre’.

Nossa incrível geração de mulheres deve se preocupar em tirar proveito das experiências, criar novidades se as perspectivas envelhecerem.

Na boa...

Série completa: AQUI

Deixe seus comentários!

Participe da nossas redes sociais


Facebook

Fique sabendo de tudo o que acontece nesse nosso mundo Incessante, curta a fanpage e siga o instagram da loja!




29 novembro 2011

De corpo e alma

SÉRIE: (H) de homem (M) de mulher - IV



Fui ao supermercado esta semana e ouvi uma operadora de caixa falando para outra: Sexta que vem, vamos na casa dos machos. Na ocasião, tocava na banca do camelô a música com essa "tirada".

Em tempo de desapego, eu penso que isso é o reflexo da falta da "conquista" masculina. O fato é que o homem está investindo pouco nisso. Culpo parcialmente as mulheres, pois no processo da conquista, a entrega do corpo está fácil demais, agora, a entrega da alma, elas estão dificultando um pouco. Você pode não concordar, mas quando as mulheres fazem isso ao contrário, primeiro a alma, depois o corpo [seja lá por qual motivo], elas ficam extremamente complicadas.

Não é mais novidade que as mudanças no comportamento feminino tornaram-nas mais seguras e independentes, contudo, aprenderam abdicar do sofrimento causado por eles, e, a  tendência é que traiam mais e fiquem sozinhas.

Em pensar que a sexualidade no universo feminino já foi um buraco negro, superado pela liberdade de expressão, leis contra violência à mulher entre outros movimentos.Elas também querem sexo sem compromisso, prazer incondicional, querem ir à "casa do machos", afirmando direitos iguais quanto aos homens combinarem de ir à "casa das primas".

E mesmo na inversão de valores, e na controvérsia dos bons costumes, a mulher, pela sua natureza anseia ser conquistada e admira homens românticos. 

14 novembro 2010

(H) de Homem (M) de mulher - [3]

-->

Prato do dia: Traíra



O que você faria se descobrisse que está sendo traída por seu namorado ou marido com sua melhor amiga? Você perdoaria uma traição?

Não há dúvida que a mulher tende a ser mais fiel que o homem. Mas com a ascensão feminina no mercado de trabalho, onde  elas estão expostas a novos cenários, como happy hours, viagens, encontros de negócios, etc., elas ganharam maior espaço  para conhecer novas pessoas e por que não homens interessantes? Isso nos leva a crer que  até as mulheres "comprometidas" estão propensas a traírem.

Por esses dias, circulou na internet um vídeo de uma mulher agredindo uma suposta amante do seu marido. Um problema que era para ser resolvido entre família virou entretenimento na web com centenas de milhares de acesso.

O que leva uma mulher brigar fisicamente com outra por causa de um homem? Insanidade? Ciúme doentio? Desequilíbrio emocional? Seja qual for o problema, eu sustento a “tese” de que homem nenhum merece ser colocado no pedestal como se fosse o único,  o supremo, o máximo!

No momento em que um homem decidiu ficar com outra, ele não está feliz com seu relacionamento.  E, nada mais justo do que a mulher permitir que seu "companheiro" siga seu caminho  e busque sua felicidade. Ela pode superar esse desafio com muita dignidade além de ficar livre para encontrar um homem de verdade que a valorize. [Podemos inverter os papéis, porque todos merecem respeito!

Leia a Série Completa.AQUI >>



26 outubro 2010

(H) de homem (M) de mulher - [2]

Uma das maiores queixas das mulheres em relação aos homens é de que eles não lhes dão o devido valor. Temos dois pesos e duas medidas: eles transferem a responsabilidade para elas, afirmando que a mulher não está se valorizando. Pois bem, mesmo com a “revolução” feminina em vários campos da sociedade, o homem ainda é um provedor! Temos indicadores que comprovam isso indiscutivelmente.

A leitura que fazemos hoje é de que as mulheres estão cada vez mais “poderosas”. E isso inclui a valorização pessoal! Não é porque conquistaram a liberdade sexual que...enfim! Mesmo que seja uma verdade que os homens fazem sexo e as mulheres fazem amor, se igualar a eles não garante que vão conquistá-lo no primeiro encontro.

Para Sherry Argov do livro Por que os homens amam as mulheres poderosas”, quando o sexo acontece rapidamente, o homem conseguiu o que queria, pois ele se sente aliviado e sabe que já alcançou seu objetivo, enquanto que a mulher está apenas começando a lutar pelos objetivos dela. A autora coloca que a mulher poderosa não aceita ser um mero ponto de parada ou só uma aventura de uma noite. Esclarece que o homem valoriza a mulher quando ele deseja estar maior parte do tempo ao lado dela e não apenas por uma noite.

O foco da opinião é que, naturalmente o homem não quer compromisso, ele precisa de um tempo para aceitar a idéia de se envolver ou não com uma mulher. Mas como ela tende a querer algo mais sério, deve agir de forma poderosa para se fazer desejada. Isso não está relacionado ao fato de ambos quererem apenas uma noite e nada mais.

Sou uma mulher na casa dos 30, solteira, moro sozinha, sem filhos e nunca fui casada. Conheço várias mulheres que estão direta ou indiretamente compondo este perfil. O que se passa? De onde vem essa força de resistir à pressão da sociedade de que temos que casar e ter filhos? Sim. Há essa imposição social de que temos que cumprir um ciclo e desde a infância somos ensinados sobre ele. Por que o primeiro brinquedo da menina é uma boneca? o que dizer então dos jogos de panelinhas, cama, mesa e banho infantis? E por que o primeiro brinquedo dos meninos é um carro? Ah! e ainda tem as armas e bonecos de super-heróis. Faz sentido: a mulher terá filhos e vai cuidar da casa, enquanto os homens com a posse de um carro têm a força! Até os feios podem pegar as mulheres que desejarem.

Acredito que os fabricantes de brinquedos desenvolverão novos conceitos de produtos para o público infantil, talvez sejam mais educativos e funcionais. Quem sabe, reinventem a roda. Percebemos facilmente que há uma ruptura em algumas veias da sociedade no que diz respeito ao relacionamento a dois. Deixo aberta essa discussão.

----------------------------------------------
Leia também a série completa. AQUI >>

27 dezembro 2009

(H)de homem (M)de mulher [1]

(H)de homem (M)de mulher [1]


--> --> --> -->
O “mercado masculino” não está pra peixe! Têm algumas espécies ameaçadas de extinção, outras indisponíveis, além das que saíram de circulação. Mas, é possível encontrar alguns homens em liquidação –, os do tipo commodities, que vivem falando de futebol, que coçam o saco, mascam chiclete e apertam os lábios rapidamente quando vêem uma fêmea se aproximando. Ah! eu não posso esquecer dos “vencidos” – tipinhos que mexem qualquer mulher na rua, chamando de “gostosa!” ou dando cantadas tão idiotas quanto eles.

Nós, mulheres, optamos pelos autênticos! Tipo assim: verdadeiros, respeitosos, companheiros, compreensivos e por que não bons no ponto “G”? Sejamos realistas, não encontraremos perfeitinhos e complicados. Das duas, uma! Desde que venham com selo de qualidade. Para não cometer injustiça, tem os testados pelo Immetro – os desquitados, é claro! Com certeza aprenderam muito com seus erros e estão prontos para “uso”. Tem um detalhe: eu nunca ouvi falar de homem encalhado, se houver, deve está com defeito de fabricação... ou sei lá!

Como esse mercado está a cada dia competitivo, a mulher que já encontrou sua "cara-metade", "alma gêmea" ou outra categoria de produto, está buscando alternativa para estreitar ainda mais os laços e alianças, já ouvi falar "n´s", porém eu não vou entregar o ouro ao bandido.

Conversando com muitas amigas solteiras, casadas, desquitadas e enroladas, além de me aprofundar na literatura voltada para o público feminino. Tenho uma concepção: As mulheres estão buscando incessantemente a “fórmula do amor”. Bem, se um dia for para as prateleiras, vai ter muita mulher aderindo. Hum... quanto elas estariam dispostas a pagar? Acredito que o mais importante será o custo benefício, e, não demoraria muito para ter a versão “pirata” nos camelôs.

Os homens são eternos caçadores. Mas, as mulheres não são mais “presas” fáceis. Eles vão ter que rever seus conceitos, porque elas estão livres, leves e soltas. 

Leia a Série Completa. AQUI>>