24 agosto 2014

Pensamento #21

Não foram seus olhos verdes que me deram vontade de mergulhar [sem medo] em você; não foram seus braços fortes — quando apertaram minha cintura — que me fizeram experimentar um novo sabor da vida; não foram seus beijos no meu corpo todo, que tocaram minha alma. Eu simplesmente estava pronta para receber o amor, de uma forma que se eu tivesse vivendo minha realidade não iria dar valor. Finalmente entendi: Quando os corpos se conectam as almas fazem um pacto.


It wasn’t your alluring green eyes that made me lose all ambitions and pulled me to immerse myself into you. It wasn’t your secure embrace as you pressed your body against mine that made me yearn for your warmth and something sensual and unfamiliar in my life. As your mouth slowly passed all over my body, it wasn’t the seduction of your kisses that touched the depths of my soul. It was the way you made me able to receive love, in a way that my reality wouldn’t let me give value to. You made me feel how two bodies could connect and that everything that they are could form an eternal pact. 

'Devoted to Chris'


Série completa AQUI

Instagram


Fique sabendo de tudo o que acontece nesse nosso mundo Incessante, curta a fanpage e siga o instagram da loja!

15 agosto 2014

JOGA NO BICHO!




Eu fui bem criada! Aprendi a respeitar a natureza, os animais, os mais velhos. Na infância, levei muitas palmadas; apanhei por sílaba: ‘Eu-já-não-te-fa-lei-que-não-é-pa-ra-fa-zer-is-so?’. Porém, nunca me revoltei contra meus pais.

Muito se comentou nas redes sociais sobre o caso do tigre que arrancou o braço de uma criança no Zoológico. Ativistas de proteção aos animais balburdiaram de que, se o tigre estivesse em seu habitat natural, a tragédia teria sido evitada. Mas isso é óbvio, não?! O fato é que nunca houve uma ruptura neste tipo de atração – os zoológicos existem há anos.

Foi lamentável – triste para uma criança –, mas poderia ter sido evitada se a ‘Lei da Palmada’ não tivesse sido sancionada pela Xuxa, digo, pela Dilma. Se o pai reprimisse seu filho com uma palmada, poderia até ter sido acusado de agressão; mas preferiu deixar seu filho se tornar um desbravador.

O pai merecia levar umas palmadas por desobedecer às regras do local. Agora, cogitar a possibilidade de o tigre ser sacrificado é um absurdo! Não há laudo veterinário que comprove algum tipo de distúrbio no animal.

Sabe de uma coisa? Quem deveria ser sacrificado nessa história é o Estado. Primeiro, por interferir tão diretamente na criação dos filhos de seus cidadãos; segundo, por permitir atrações com animais selvagens. 


Série completa: AQUI

Deixe seus comentários!
Participe da nossas redes sociais


Facebook

Fique sabendo de tudo o que acontece nesse nosso mundo Incessante, curta a fanpage e siga o instagram da loja!