19 março 2014

Em tempo de Marco Civil da Internet


Breaking News:  PT cria evento para treinar ativistas na internet - FOLHA


 
Se não pode com eles, junte-se a eles!

Treinar pessoas para fazer “militância” em redes sociais nada mais que uma Ditaduda digital. Transformar pseudos intelectuais da internet, em peões. Percebam a que nível chega o ego inflado das pessoas. O que não  se faz  por uma graninha.

Isso é também o resultado da Educação no Brasil: produzir analfabetos com diploma de Dr. Eu não tenho nada contra quem precisa defender o seu. Mas há questões plenamente “religiosas”, em relação aos partidos políticos. É como se ninguém pudesse criticar, discutir ou até mandar a merda.

Analisem friamente o que chamamos de Liberdade de Expressão. As pessoas têm o direito de se vender, e, se for pela felicidade ou busca pela plenitude, sigam em frente! Mas não voltem para reclamar!

Discorram nos comentários



Participem!
  Instagram Fique sabendo de tudo o que acontece nesse nosso mundo Incessante, curta a fanpage e siga o instagram da loja!



 

13 comentários:

Regina Bezerra disse...

Bem e o seguinte o PT e o partido mais organizado do Brasil os caras são fodas ( se e bom ) claro que não mas o Brasil estar como estar não só porque a turma do PT são filhos da puta mas poque hoje no Brasil não existe uma oposição organizada como o PT sempre foi. Nao existe hoje no Brasil nenhum partido que saiba fazer o que os caras do PT fizeram ,os caras queriam o poder e lutaram com unhas e dentes uma vez que la chegaram os caras não soltam e claro vão fazer de tudo pra se manter no mesmo. E impressionante passamos todos esses anos e nada de oposição,os caras se firmaram no poder, seguraram a oposição fraca e corrompida e cada vez mais planejam continuar no poder, por outro lado a oposição fraquinha enrolada ate o garguelo TAMBÉM não aprende se opor . O que temos hoje e um Partido tentando se perpetuar no poder e uma oposição meia boca que não sabe pra onde correr pra parar os caras, e o Brasil estar naquela se correr o bicho pega mas se ficar o bicho come .

Bernd Eckenbach disse...

Sim, ninguém tem qualquer conceito ou plano. Falam sobre atividades loucas do passado e em planejamento, distribuem apenas ar quente.

Ricardo Roveran disse...

Tenho falado sobre isso a mto tempo. MAV, militância em ambientes virtuais, existe e enche o saco, é um monte interminável de fakes postando imagens a favor do partido, não dá pra discutir ou debater nada com eles, estão ali pra fazer propaganda e encher o saco.

Ricardo Roveran disse...

sso é uma master besteira, a direita só sabe falar em "fim da corrupção" e "livre mercado", não apresentam um projeto social, nada do tipo, a esquerda faz no máximo vista grossa para corrupção, levam a economia de forma tranquila e são muito fortes em propostas sociais. Em outras palavras, Dilma não tem concorrência até o presente e mesmo que aparecer alguém bom, como general Augusto Heleno que está formando o PMB, partido militar brasileiro, ele perde o quórum durante os debates pela falta de propostas.

Ricardo Roveran disse...

É minha visão, ou seja, todo esse esforço no ambiente virtual é pura perda de tempo.

Lena Casas Novas disse...

Um a besteira Federal!! Não pode com eles juntem-se a eles! Ter os " internautas" como peões é uma ditadura digital! Percebam fora da Matrix que não está longe de uma ecumenização política. Isso não é bom. A rinha é necessária. "Base aliada " é o caralho de asas.

Don Ramon disse...

Bom... Livre associação.

Don Ramon disse...

Se não for dinheiro público está limpo Lena.

Ricardo Roveran disse...

Enquanto a direita mantiver o discurso de ódio, não conseguirão resultados, o Brasil é uma vergonha em educação e isso conta muito nessa hora.

Don Ramon disse...

também.

Ricardo Roveran disse...

Os únicos direitistas que vi fazer política de verdade até hoje foram Maluf e Éneas, até Erundina tem mais eleitores que Bolsonaro.

Ricardo Roveran disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Don Ramon disse...

Não existem bons motivos para alguém ser de direita no Brasil. Não estamos numa Inglaterra.