24 junho 2011

Verso tinto





-->

--> [imagem: Autor desconhecido]
noite fria à beira-mar,
uma copa e uma cabana
quente pra declamar:

versos livres e soltos
assim como meus cabelos
encaracolados em teu corpo

coberto com seda vermelha,
que induz um toque baterista,
que não pára nem a peia
até se tornar tão intimista

e arrancar um beijo
do meu tinto anseio,
beber um gole de mim
pra descobrir meu segredo



Autor: Lena Casas Novas - EDA

-->
 
-->

10 junho 2011

Fogo incessante





-->
-->

a silhueta incendeia
os olhos,
.
e no apagar da luz,
queima por inteiro
corpos nus
.
o calor da mulher
é aguardente para imaginação,
.
faz o homem se inebriar.
.
o calor da mulher
provoca a translação
.
dentro do seu universo: amar