27 setembro 2008

NEM VEJA


-->




-->
Os olhos de Cain
transcendem a alma.
Por dentro, diz assim:
quero isso na marra!
.
Disputa uma posição
A tapas na orelha,
Por sua frustração,
Nega virtude alheia.
.
Em grande tormento cai,
Quando sua sagacidade
Fica para trás.
.
Por sua incompetência,
condena-se a pena interna,
reclama da sua existência
Mergulha na sua inveja

17 setembro 2008

Estado de Espírito
Às vezes na vida,
O homem vive abatido
E não saber o porquê.
Na verdade,
É um estado de espírito.
Passa sem se perceber.

Logo, muda de face.
A alegria toma o coração,
O sofrimento não o abate
No semblante: emoção!

Pensa que está fraco,
Mas, está forte.
Aquele que fortalece,
Neste mundo, tudo pode.
Pelo esforço, enobrece!


Conheça outras poesias em: Poesia Incessante