27 janeiro 2008

VIVENDO A MORTE
[Fonte foto]



Estava Gonçalves Dias
No seu exílio eterno,
Apreciando as andorinhas
Fazendo verso.

Gritou Aluisio de Azevedo:
- Êi, poeta!
Ao fim da luz poente
Dias o abraçou com festa
Azevedo chorou contente

Passeavam pelo cruzeiro sul
Brincavam de colher estrela,
Num dia de céu azul,
Viviam a morte sem tristeza.

[LEIA + O Avivamento da Poesia]

01 janeiro 2008

VAMOS COMEMORAR!

Fonte foto

Vamos comemorar 2 anos de Portal. Aêêêêêê!!!

Discurso! Discurso!Discurso!

É sério estou sem palavras...

Mas,

quero agradecer pela visita e pelos comentários carinhosos.

Do fundo do coração obrigada!