30 outubro 2008

O DILEMA DE MORAR SOZINHO - PARTE V


Retomando a série...


Já está na hora de deixar este estilo de vida? Pensar em casar, amancebar-se...juntar as escovas de dentes?Que dúvida cruel!


Ah! Como é bom chegar em casa e fazer aquela bagunça...não ter preocupação com nada. Sair e chegar na hora que bem entender, beber na boca da garrafa, comer miojo quase todos os dias, tomar café na padaria, esquecer de comprar papel higiênico, andar sem roupa pela casa. O que acabo de citar são algumas das mais variadas manias da geração “Young”.


Neste universo comportamental, é possível dá de cara com solteiros que moram sozinhos e fogem de casa. É a tal liberdade que todos os jovens querem, de às vezes, chutar o pau da barraca! E, se assim o fizer, não terá ninguém para reclamar ou até mesmo ficar preocupado com atitudes repentinas.


Mas, morar sozinho, não quer dizer que estamos livres das contas. Tudo tem um preço!. Se a independência for verdadeira, é claro que, não haverá ajuda monetária. Ou melhor, teremos que arcar com tudo sozinho. É nesta hora que vem aquele desejo de ter alguém por perto.


A idade vai avançando, as cobranças introspectivas também. Cai a ficha de que já está no “tempo” de formar uma família. Então... é chegada a hora de colocar na balança os prós e contra de morar sozinho. Mesmo batendo um leve desespero ao perceber que as coisas estão afunilando. É tempo de tomar decisões!


Agora, quando não se está preparado para tomar decisões... Como encarar um pedido ou a pura-espontânea-pressão de casamento derepentemente? Bem, pedir um tempo para pensar facilita a fuga, em outras ocasiões... é chorar na cama que é lugar quente!

[LEIA + Romantismo Sempre]


3 comentários:

comunidade Orkut disse...

Comentários da comunidade A ODISSÉIA DE MORAR SOZINHO

Fabio disse...

Concordo plenamente com sua tese, ando pensando nisso já faz um bom tempo.

Antônio Carlos disse...

Eu adoro ficar em casa deitada no colo da minha mãe e ela coçando minhas costas. Se eu morasse sozinha eu ía sentir muita falta disso, para mim, é bom chegar em casa e ter o calor humano me recebendo. Eu penso em formar uma família un dia. Eu também acho que a decisão de morar sozinho deve ser muito bem pensada.

Beijos!