21 novembro 2007

Ô Gente Brava!


[Fonte Foto]


O Nordeste é logo ali, dá para ver o rosto brilhando daqui. A recepção é quente, arretada. O queixo rebola quando o sotaque se desprende: a língua parece que se enrosca entre os dentes e uma zoada é levada em banho-maria. Que Brasil cafuzo que desemboca no sul! Essa gente está sempre aperreada, faz jus a cada gota de suor que despenca. Quando mistura o sol a carne crua, todos saboreiam o melhor da sua cozinha. É uma tal de “peixeira”... que faz o povo arregalar bem os olhos com essa gente – Mas, se alguém se meter a besta achando que é apenas um preceito. Ainda não conhece a “mão-de-pilão” que está atrás da porta.
[Leia + Terra das Palmeiras]

Um comentário:

Magui disse...

Muito bom.
Não entendi pq vc começa em um e remete para o outro.