22 dezembro 2006

CAPÍTULO 7- A SALA PEGA FOGO


Depois daquela taça de vinho envenenada, a nordestina do agreste abre as portas com muita força como se tentasse derrubá-la. Esperava na sua cadeira de rodinhas pela chegada do Paulistano. Ele sumiu por uma semana sem deixar sequer um recado na sua caixa de correio, simplesmente desapareceu. Ele entra na sala com um semblante triste. Ela corre ao seu encontro.[Leia+]

6 comentários:

ALF O Extasiado disse...

uh...isso ae incendiou.

O futor só depende dos dois.

Não sei se credito, mas...
vamos conferir.

beijos
;)

José Alberto Mostardinha disse...

Viva:

Nesta quadra não podia deixar de te vir desejar um:

              ♥
             ***
            *****
          *Feliz*
         *********
       ************
     ****Natal*****
   *****************
  *******************
 ********2006********
                ||
              █||▀ ██
         ▄██ ██▄


Um abraço,

Tony disse...

Quentissimo esse capitulo, adorei.

============================================

Sim, voce acertou em cheio.
Num dos capitulos relato sobre o que foi o ano de 2006 num geral, mas as principais partes são sobre este que vos escreve e o universo ao seu redor. Até porque as retros padrao jornalisticas são muito melhor escritas por outros, que nao eu...

Feliz Natal!!!

Ana Paula disse...

nossa!!!!! ta ficando quente heim!!!!!

eliane disse...

Leninha, muuito bom isso aki. Vixe que fiquei quente hen?!
Olha só, fiz uma propaganda para os blogs que mais gostei de fazer o layout. Claro que o seu está lá. Espero que não se importe, né?
Confira:
http://www.templateli.blogspot.com
Beijocas lindona!!!!!!
Vem cá, qnd eu vou ter vaga nessa agenda para a gente sair?
Te adoroooooooo

Guilherme Roesler disse...

Lena,
bom texto!
Alias, andei sumido um tempo, não?
Mas cá estou de novo.
Abraços, Guilherme