10 agosto 2006

MERCHAN, NÃO! MERCHANDISING!


Aposto que você já ouviu essa frase: "Isso é merchan..." Se essa moda pega... Mortos e vivos que definiram tão bem o merchandising estão se mexendo no túmulo ou querendo se matar respectivamente. Por conta da ignorância e do modismo, a palavra merchandising está sendo usada de forma pejorativa quando substituída por "merchan". A comunicação do homem está sendo contaminada por gírias, palavras torpes e vulgares que, muitas das vezes tiram o sentido real de palavras técnicas e cientificas. Na Contaminação Sistemática faço uma abordagem discreta sobre isso.

AFINAL, O QUE É MERCHADISING?
1-Prop. Designação corrente da propaganda não declarada feita através da menção ou aparição de um produto, serviço ou marca durante um programa de televisão ou de rádio, filme, espetáculo teatral, etc.2-Market. Conjunto de atividades direcionadas para colocação, em condições ideais, no mercado de determinado produto ou serviço com relação a lugar, momento, quantidade e preço. Esforço Promocional, feitos nos pontos- de- venda, em que utiliza displays, cartazes,amostragrátis.

É o planejamento e a operacionalização de atividades que se realizam em estabelecimentos comerciais, principalmente em lojas de varejo e de auto serviço com parte do complexo mercadológico de bens de consumo, tendo com o objetivo expô-lo ou apresentá-los de maneira adequada e criar impulsos de compra na mente dos consumidores.
MERCHANDISING NO BRASIL
No Brasil, ele é praticado com intensidade nos supermercados. A maioria dispõem de displays, dispensers, checkouts e uma série de materiais promocionais de comunicação interna tais como: cartazes, bandeirolas e etiquetas que estimulam o consumo.
Grandes empresas colocam promotores no posto de vendas para organizar e repor os produtos de tal forma que o ponto de venda esteja atraente através de exposições bem elaboradas e planejadas.
SEM CONFUSÃO
Não podemos confundir promoção de vendas com merchandising. A promoção de vendas acrescenta algum benefício ao produto por tempo determinado, enquanto o merchandising é a soma das ações promocionais que controlam o último estágio de comunicação.
DRAMATURGIAS E PROGRAMAS DE TV
Atualmente, o uso do merchandising dentro de novelas, mini-séries, seriados e programas de TV está cada vez mais constante. É uma tendência na televisão mundial, pois o telespectador ficar menos na frente da TV durante os intervalos comerciais, uma vez que existe uma variedade de canais e uma concorrência acirrada pelo telespectador.
Este mês, participei de uma palestra sobre Merchandising em uma grande emissora de televisão brasileira. Na ocasião o palestrante a firma tal tendência e salienta que seu departamento comercial está atento aos pontos ociosos à pratica do merchandising, buscando sempre oportunidades de negócios e atrair clientes potenciais. Afirmou ainda que poucas empresas no Brasil estão dispostas a pagar pela inserção. Pois o custo é muito superior ao das propagandas nos intervalos comerciais normais. A produção envolve roteiristas, atores e diretores, que ganham porcentagens sobre o custo da ação. Ele não falou em números.
Percebam que nas dramaturgias há uma sutileza na hora de apresentar o produto, depende do cenário, da cena e do artista. Já nos programas, o apresentador pára para falar do produto de forma persuasiva, integrante e natural testemunhando os beneficios do produto apresentado.
Votando ao Tema..."Não pague mico" por aí: Merchan, não! Merchandising.

BIBLIOGRAFIA:
SILVA, Joaquim Caldeira da. Merchandising no Varejo de Bens e Consumo. São Paulo: Atlas,1990.
FREITAS, Sebastião Nelson. Merchandising na Prática/Sebastião Nelson Freitas, Marcos Natali—São Paulo: Editora STS, 1995.
FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Aurélio Século XXI: O Dicionário da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1999.

8 comentários:

Thiago Quintella disse...

Casas Novas!!! è Marquetíngue!!! hehehehe

Larry Leal disse...

Lena.
Parabéns pelo blog.Ao ler faço uma up-grade em meus conhecimentos.
Um abraço.

Lena Casas Novas disse...

Que chique, hein? Ganhou comunidade no orkut... passa o link que eu entro! Lembro que esse negócio de merchan foi muito difundido pela última ou penúltima edição do Big brother. Depois que a moda passou nunca mais ouvi... bom, vai ver estou bem fora da fora! rsrsrs

Omar Campos disse...

Legal isso. Eu sempre quis saber mesmo a diferença entre "merchandising" (será q eu escrevi certo) e "marketing".

Jan Michel disse...

Que chique, hein? Ganhou comunidade no orkut... passa o link que eu entro! Lembro que esse negócio de merchan foi muito difundido pela última ou penúltima edição do Big brother. Depois que a moda passou nunca mais ouvi... bom, vai ver estou bem fora da fora! rsrsrs

marconi leal disse...

Lena, agradeço a passagem pelo blog e as palavras elogiosas. Quanto a mim, tornarei aqui sempre. Abraços!

Lena Casas Novas disse...

Realmente, as pessoas A-C-A-B-A-M com as palavras...mas enfim...
Interessante postagem.
Agradeço a visita lá no meu blog e a simpatia, seja sempre bem vinda lá!!!

Abração!

Alfa O Extasiado disse...

Odeio essas corruptleas que inventam por aí. E depois mudam o significado real do termo.
Coisa sem noção né?

Realmente os profissionais de Merchandising devem odiar essa gíria "merchan".

bj