16 maio 2008

MELHOR SER CORNO DO QUE PAGAR PENSÃO

[Fonte Foto:Google]

Eu não faço a mínima idéia de onde veio esta frase. Acho fantástica!

Justiça seja feita! Nem artista global, e, muito menos, jogador de futebol, escapam dos olhos da justiça quando se trata de pensão. Pelo menos alguma lei tem que ser cumprida. Olhos da justiça?Desde quando, Lena? Acho que eu não devo ter me expressado bem. Continuando o raciocínio... ao abrir jornais de alta circulação, é comum ver casos de amor, traição e morte. Às vezes fico chocada com certas notícias.


A traição, atualmente, tem um posicionamento muito natural e banal. Ora, existe uma pregação rigorosa nas diversas mídias, principalmente nas dramaturgias, que mostram “a vida como ela é” ou como ela deve ser. Diga-se de passagem, que muitas pessoas ficam em busca de modismos e de comportamento de artistas para continuar vivendo.


Quem ama não trai, quem ama supera a concupiscência da carne. Estou errada? Há homens que dizem que a traição faz parte de sua natureza, do seu universo. Será? Estão sustentando a tese de que todos os direitos são iguais, então mulheres podem trair também.


É por isso que muitos homens estão preferindo ser corno a pagar pensão. É mais lucrativo.Assim,eles não correm o risco de serem presos se atrasarem o pagamento ou até mesmo ficar sustentando o "Ricardão". O que você prefere?

[Leia + Romantismo Sempre]

17 comentários:

Francy disse...

Oi Lena,
Adorei a tua visita. Eu tb sou maranhense, mas vivo fora de lá há muitos e muitos anos... por enquanto estou do lado de cá da "poça d´água" quem sabe, quando o marido estiver na pensão eu volte!!!
beijinhos e volte sempre.

Lara disse...

Olha...os vivos andam me assustando mais q o mortos viu? :)
Tb insisto em ser romantica!Mesmo nesse mundo banalizado! :P

Cristiano Contreiras disse...

Eita! rs

mario disse...

Oie
Td bom?
Então, não entendi o que vc quis dizer, mas tudo bem, depois leio com mais calma e entendo!!
Continue me visitando

T+

paulo disse...

é verdade,lena ! nesse país não pagar pensão dá cadeia pra qualquer um. bem feito ,hehehe! fez o filho,tem que cuidar

alguma coisa funciona no Brasil !

Lara disse...

Lena, vc já está linkada ao desventuras desde a minha primeira visita por aqui...gostei demais do seu porta! :)
bjus

mario disse...

Olá
Novamente
Eu não tinha lido ali aonde tem leia mais...
Não tinha visto que tinha mais
aushsuaa
mas agora li tudinhu!!
Agora sim entendi!!
Continue me visitando

T+

Saramar disse...

Olá, querida, adorei o blog.
Tão diversificado e interessante.

Quanto à traição, parece ter virado moda!
mas estou com você: sou romãntica, quero amar e ser de alguém que amo, companheira.

Beijos

fernanda jimenez disse...

Oi, vi um comentário seu no blog da Maria.
Eu penso que traiçao só acontece quando um dos dois foge das "regras" estabelecidas pelo casal. Romantismo está em extinçao. Muitos costume romanticos já acabaram, como escrever cartas de amor de próprio punho, presentear com rosas, serenatas entao...tem gente que nem sabe o que é isso.
beijos

Francine disse...

Adorei seu blog!
Vc trata de assuntos polêmicos que prendem a leitura!
Virei fã!
Abraços!

Rita Contreiras disse...

Essa opção permite a conexão com a beleza da vida. Também a escolho. Belo blog. Bjs.

Francine disse...

Adorei seu blog!
Vc trata de assuntos polêmicos que prendem a leitura!
Virei fã!
Abraços!

Layne disse...

até que enfim uma lei funciona neste país!!...rsrs

Rodrigo Porto disse...

Enquanto existe amor, não existe traição!!!
Se tiver traição não é o mesmo amor!!!

Rodrigo Porto disse...

Lei foi feita pre ser cumprida!!!
Pelo menos uma né Lena????Rs!!!

Samir disse...

antes chamado adultério agora o nome seria usado tantas vezes mas usamos um mais leve no seu lugar...tem que usar um nome pesado como este sim..traição não é certo mas já está virando até moda...

Daykerson disse...

Na minha opinião devia mesmo é diminuir cinco anos para a aposentadoria, e não acrescentar cinco anos nessa regulamentação.
Mas não me assusto, eu vivo mesmo no Brasil...
As mulheres devem brigar mais, gritar mais pelos seus direitos, que deviam ser muitos quando na verdade são tão poucos.
Um abraço!!